KW - Kurt Weill de Adriana Queiroz

Este concerto vive da diversidade musical de Weill e dessa viagem, ou fuga, que foi a sua vida e obra. Percorre os três países e idiomas que Weill abraçou como seus, não foge à inerente teatralização de que vivem os seus temas, repensa as suas dissonâncias, ilumina a realidade desses temas e das suas histórias recriando no seu mundo a nossa verdade sonora e emocional. Protagonizado pela voz segura e surpreendente de Adriana Queiroz, ancorado nos arranjos de Filipe Raposo, servido na perfeição pelo trabalho de Luís Madureira e pelos figurinos de José António Tenente, ou pelo subtil trabalho de luzes de Helena Gonçalves e Pedro Mendes, KW | Kurt Weill devolve-nos a um tempo o génio musical do compositor e a teatralidade que irrompe do seu trabalho. Concebido como uma viagem por mais de trinta anos de composição e pelos três países onde Kurt Weill viveu a sua vida — com um cometimento e um desejo de conhecimento que o levou, nas palavras de Langston Hughes, a ser um compositor alemão em Berlim, francês em Paris e americano em Nova Iorque — KW | Kurt Weill vive efectivamente das memórias teatrais que cada obra transporta consigo. De Ascensão e Queda da Cidade de Mahagony, de 1927, da qual ouvimos o eterno Alabama Song, até Lost in the Stars, de 1949, quando Weill contribuía largamente para o período de ouro do music-hall americano, passando pela Ópera dos Três Vinténs ou por Happy End e pela imortal canção Surabaya Johnny, cada um dos temas transporta consigo um universo que Adriana Queiroz, tão actriz como cantora, tão bailarina como actriz, reinterpreta com intensidade e subtileza, apoiada na ductilidade dos músicos e no dramatismo dos figurinos de José António Tenente. A expressividade e o poder de uma orquestra com mais de vinte elementos, a subtileza com que Adriana Queiroz nos comunica cada canção, quase desenhada numa micro-encenação, o universo apaixonante de Kurt Weill e o seu lirismo corajoso, quase jactante: três argumentos para uma noite perfeita.

Ficha artística

Concepção e Voz: Adriana Queiroz
Orquestra Metropolitna de Lisboa
Pianista: Francisco Sassetti
Orquestrador: Filipe Raposo
Apoio Vocal: Luís Madureira
Figurinos: José António Tenente
Desenho de Luz: Pedro Mendes e Helena Gonçalves
Promoção e Comunicação: Uguru
Produção: Produções Adriana Queiroz

Produtor

16 e 17 Setembro
M/6
16 Setembro às 21h | 17 Setembro às 17h
Produtor: Produções Adriana Queiroz
Ok
Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e lhe oferecer uma melhor experiência de utilizador. Saber Mais