LIVE FREEDOM
12 DEZEMBRO 2012

Numa iniciativa original, a música e direitos humanos juntaram-se numa grande celebração, dedicada às vítimas de violações dos direitos humanos de vários países em todo o mundo.

 

Informação adicional:
A Amnistia Internacional é um movimento global de 3,2 milhões de membros, apoiantes e ativistas em mais de 150 países e territórios, que luta para pôr fim aos abusos de direitos humanos em todo o mundo. Foi fundada em Londres, em 1961. Em Portugal existe há 32 anos. A sua missão é apelar ao cumprimento dos direitos proclamados na Declaração Universal dos Direitos do Homem e noutros documentos internacionais, essencialmente através de campanhas públicas, ações de lóbi junto dos governos e entidades intergovernamentais e de educação para os Direitos Humanos. A música é também uma forma de fazer passar uma mensagem, apoiar uma causa e mostrar que, tal como em 2012, queremos através dela celebrar todas as conquistas e trabalho da Amnistia Internacional em prol dos direitos humanos, mas também mobilizar os portugueses para o ativismo contra as violações de direitos humanos. Muitos músicos e artistas de todo o mundo são parte vital dos esforços globais da Amnistia Internacional para lutar pelos direitos humanos de todos os homens, mulheres e crianças. Todos eles usam a sua voz e talento para consciencializar e contribuir para a angariação de fundos para a Amnistia Internacional, e como protesto contra as injustiças, inspirando os outros a participar e agir pelos direitos humanos.

Convidados especiais

Áurea

Numa iniciativa original, a música e direitos humanos juntaram-se numa grande celebração, dedicada às vítimas de violações dos direitos humanos de vários países em todo o mundo.

 

Informação adicional:
A Amnistia Internacional é um movimento global de 3,2 milhões de membros, apoiantes e ativistas em mais de 150 países e territórios, que luta para pôr fim aos abusos de direitos humanos em todo o mundo. Foi fundada em Londres, em 1961. Em Portugal existe há 32 anos. A sua missão é apelar ao cumprimento dos direitos proclamados na Declaração Universal dos Direitos do Homem e noutros documentos internacionais, essencialmente através de campanhas públicas, ações de lóbi junto dos governos e entidades intergovernamentais e de educação para os Direitos Humanos. A música é também uma forma de fazer passar uma mensagem, apoiar uma causa e mostrar que, tal como em 2012, queremos através dela celebrar todas as conquistas e trabalho da Amnistia Internacional em prol dos direitos humanos, mas também mobilizar os portugueses para o ativismo contra as violações de direitos humanos. Muitos músicos e artistas de todo o mundo são parte vital dos esforços globais da Amnistia Internacional para lutar pelos direitos humanos de todos os homens, mulheres e crianças. Todos eles usam a sua voz e talento para consciencializar e contribuir para a angariação de fundos para a Amnistia Internacional, e como protesto contra as injustiças, inspirando os outros a participar e agir pelos direitos humanos.

Convidados especiais

Áurea
Deolinda
David Fonseca

Apresentação

Ricardo Araújo Pereira
Pedro Ribeiro
Vasco Palmeirim
Vanda Miranda

Deolinda
David Fonseca

Apresentação

Ricardo Araújo Pereira
Pedro Ribeiro
Vasco Palmeirim
Vanda Miranda
Abertura portas
-
Classificação etária
M/06
Promotor
DIFERENTES RITMOS-PROD.ASSOCIADOS,ESPECTACULOS,LDA
Bilhetes

Outros Eventos

Ir para o conteúdo